“Magal” estreia em alto astral

O longa-metragem “Magal e os Formigas”, de Newton Cannito, iniciou sua temporada no CineB na última quinta-feira, 21/9, na ONG Juntos, localizada na Zona Leste da capital. O filme agradou o público que, ao final da sessão, acompanhou um debate com o diretor.

A ONG Juntos – Jardins Unidos Num Trabalho de Obra Social – recebeu mais uma sessão do CineB na última quinta-feira, 21/9. Foi a sexta exibição de filmes brasileiros na sede da entidade que fica no Jardim Brasília, na Zona Leste de São Paulo. O espaço, que atua no atendimento ao público jovem e idoso da região foi escolhido para realizar a estreia da comédia lançada em 2016.

A pipoca é por nossa conta!

“Magal e os Formigas” foi escrito e dirigido por Newton Cannito. Conta a história de um aposentado que está aborrecido com a vida e reclama o tempo todo de seu trabalho. Viciado em loterias, ele está afundado em depressão e não vê esperança. Até que, após um delírio, ele começa a receber visitas do cantor Sidney Magal. Assustado com o fenômeno sobrenatural recorrente, ele irá aprender, com o bom humor da aparição, um novo jeito de viver uma vida mais feliz. Além de Magal, integram o elenco Norival Rizzo, Imara Reis, Mel Lisboa e José Carlos Machado entre outros.

Abertura oficial da sessão, com o coordenador do CineB Cidálio Vieira Santos, o diretor da ONG Juntos Humberto Canavesi e o gerente social Douglas.

Para Humberto Canavesi, diretor administrativo da entidade, o CineB se tornou um dos mais importantes parceiros da ONG. “A gente fica contente quando você vêm aqui, porque podemos mostrar para o nosso público, o cinema nacional”. Ele lembrou também, que as outras unidades da ONG, localizadas na Vila Arizi e em José Bonifácio, também têm recebido o projeto.

As ganhadoras dos livros doados pela ONG Eh Aqui!, parceira do CineB.

O filme, inspirado na vida da família do diretor, “caiu” nas graças do público que se divertiu com a história e cantou as canções mais populares do ídolo dos anos 1980. Após a sessão, o CineB organizou um debate com Cannito, com a irmã Lurdes Guimarães Cannito e a mãe Maria Guimarães Cannito, que aos 80 anos, fez sua estreia como atriz na comédia.

Participaram do debate: Lurdes Cannito, irmã do diretor; Cidálio Vieira Santos, coordenador do CineB; Newton Cannito, diretor; Maria Cannito, mãe do diretor e atriz no filme; e Humberto Canavesi diretor da ONG.

O público, interessado pela história da família e da produção, manteve um longo diálogo com os convidados. Para Diana Leite, que acompanhou a mãe Josefa Gomes à sessão, foi uma boa surpresa: “ é um filme muito gostoso, porque nós nos identificamos com a história. Achei muito interessante a maneira com que o diretor tratou, no filme, as capacidades de cada um”, avaliou. Diana ainda elogiou a iniciativa do projeto de aproximar diretor e o público.
Não foi só o público que “adorou” a proximidade entre o criador da obra e o público. Lurdes, viu na sessão uma oportunidade de conversar com o público para quem o filme foi feito. “Eu me envolvi com o filme porque é um projeto familiar, uma história simples, de todo mundo e trazer essa experiência é uma oportunidade maravilhosa”, enfatiza.

Participação ativa do público no debate. “nos identificamos com a história”, comentou Diana Leite.

Cannito não conhecia o CineB mas gostou do que encontrou. “É maravilhoso as pessoas poderem vir ao cinema para ter uma experiência coletiva. Estou emocionado. Eu vi a reação da plateia. O filme foi feito para esse público e não tinha chegado a ele ainda. Pessoas mais idosas, família, periferia de São Paulo, então chegou no público alvo aqui e funcionou”, comentou ao final da sessão.

Até a próxima sessão!

O CineB é um circuito itinerante de cinema realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Brazucah Produções. Desde 2007, o já atingiu um público superior a 60 mil espectadores em mais de 450 sessões gratuitas realizadas em comunidades de São Paulo. A iniciativa busca democratizar o acesso ao cinema nacional e divulgar os filmes produzidos no Brasil. Foram exibidos na tela do CineB mais de 100 longas-metragens e 69 curtas-metragens, além da realização de pré-estreias exclusivas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *