CIDADE DE RIBEIRÃO PIRES

Fotos de Vivian Szelpal

Perto do trilho do trem rolou mais um Cine B, realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e Brazucah Produções, dessa vez na cidade de Ribeirão Pires, na ARCA, Associação Ribeirãopirense de Cidadãos Artistas, uma associação que é Ponto de Cultura. Lá uma vez por mês acontecem atividades educativas em produção de vídeo, teatro e dança. Mas a cidade é carente em opções culturais para a população. “Ribeirão Pires tem mais ou menos 100 mil habitantes, mas não tem um cinema”, disse Carlos Eduardo de Farias, membro da ARCA.

O trem passando e o filme também!
O trem passando e o filme também!

“Teve um festival no ano passado aqui na cidade, mas para nós, formar parcerias como essa entre o Sindicato dos Bancários de São Paulo e a Brazucah Produções, é fundamental para a formação de público”, disse Rafael Clemente, presidente da ARCA.

Na abertura da exibição, Mariana Carolina, diretora financeira da Associação, reafirmou a importância de um projeto como o Cine B na cidade. “Apesar do frio, quem veio vai se divertir com certeza”, disse Mariana.

Cidálio Vieira Santos da Brazucah Produções faz a abertura do Cine B em Ribeirão Pires, ao lado do presidente da ARCA, Rafael Clemente e da diretora Mariana Carolina

“Projetos como esse, aproximam o cinema das pessoas, o que democratiza a sétima arte”, disse Neri Silvestre sobre o Ponto de Cultura Mistura e Gingada no qual é coordenador, em Santo André.

CLICKS

“Curta bem loco esse, começa despretensioso e fica muito legal”, disse Neri Silvestre, coordenador do Ponto de Cultura Mistura e Gingada, de Santo André, sobre o curta-metragem O astista contra o caba do mal, de Helder Gomes
“Curta bem loco esse, começa despretensioso e fica muito legal”, disse Neri Silvestre, coordenador do Ponto de Cultura Mistura e Gingada, de Santo André, sobre o curta-metragem O astista contra o caba do mal, de Helder Gomes
Cena do criativo filme de Helder O astista contra o caba do mal, no Cine B em Ribeirão Pires
Cena do criativo filme de Helder Gomes, O astista contra o caba do mal, no Cine B em Ribeirão Pires
Inês de Lima e Osiris José de Lima
Inês de Lima e Osiris José de Lima
“Existem torcedores corintianos e não corintianos”, brincou Tremolo SNJ, artista do hiphop, sobre a rivalidade entre os torcedores. Na exibição foi acompanhado de sua namorada, a atriz Jacque Sipriano
“Existem torcedores corintianos e não corintianos”, brincou Tremolo SNJ, artista do hiphop, sobre a rivalidade entre os torcedores. Na exibição foi acompanhado de sua namorada, a atriz Jacque Sipriano.

Clique aqui para ouvir o som do SNJ e quem curtir o som, comentaí!

“A rixa mesmo é só em dia de jogo”, disse Daniele Lima, sãopaulina, casada com Claudiano Dias, corintiano
“A rixa mesmo é só em dia de jogo”, disse Daniele Lima, sãopaulina, casada com Claudiano Dias, corintiano
Cidálio apresenta o Cine B, enquanto o público vai se acomodando com a pipoquinha do seu Antônio, o pipoqueiro oficial do Cine B
Cidálio apresenta o Cine B, enquanto o público vai se acomodando com a pipoquinha do seu Antônio, o pipoqueiro oficial do Cine B
Os sortudos espectadores desta noite!
Os sortudos espectadores desta noite!

2 comments

  1. este é sem dúvida um ótimo projeto, e esperamos que vcs possam voltar para nossa cidade, e sem chuva desta vez rsrs
    um abraço

  2. Olá Chiquinho! Obrigado pelo comentário. Quem sabe não regressamos ainda neste ano em Ribeirão Pires?
    Um abraço, Thiago

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *