Décima sessão do CineB na ONG Juntos, primeira do CineB Solar

O CineB Solar fez sua estreia na última quinta-feira, 26/4, na ONG Juntos, localizada na Zona Leste da capital. Espaço recebeu o projeto pela décima vez.

A última quinta-feira, 26 de abril, foi a primeira vez que o veículo do CineB Solar rodou pelos bairros de São Paulo para dar início à 11ª temporada do projeto. Saiu da Lapa, na Zona Oeste de São Paulo e se dirigiu até a Zona Leste, na ONG Juntos – Jardins Unidos Num Trabalho de Obras Sociais -, para exibir o cinema brasileiro de uma forma diferente: com energia solar captada pelo carro através de painéis fotovoltaicos, que transformam a energia do sol em energia elétrica.

O veículo adaptado para captar a energia solar para exibir filmes é um projeto desenvolvido pela Brazucah Produções, parceira do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região na produção do CineB há 11 anos. O Cinesolar, como o projeto é conhecido, é o primeiro cinema itinerante do Brasil movido a energia limpa e renovável e circula pelo Brasil desde 2010.

A ONG Juntos é uma parceira de longa data do CineB. Este foi o sétimo ano seguido que a entidade recebe o projeto e a décima sessão. O diretor administrativo Humberto Canavesi elogiou nova fase do projeto que agora une a valorização da produção cultural brasileira com a tecnologia ambiental: “nos sentimos privilegiados por estrear o CineB Solar, trazendo essa oportunidade para o nosso pessoal, nossos jovens, nossos idosos, assistirem mais uma vez um filme brasileiro”, comenta.

Antes do início da sessão, os músicos Wilson Junior (flauta) e Julio Serafini (guitarra), que formam uma banda cover de rock’n roll clássico, tocaram “Eu sei que vou te amar”, de Roberto Carlos, para o público presente.

Após a exibição do filme “ApartHorta”,de Cecília Engels, muitos dos presentes aproveitaram para opinar sobre o cultivo de alimentos em casa. Severina Correa da Silva, funcionária da ONG Juntos e mãe de um dos músicos, conta que cultiva alimentos e plantas em vasos desde que passou a vivem em um apartamento, há 19 anos. “Lá em casa tem coentro, cebola, pimenta, pimentão, muitas flores e plantas ornamentais” comenta. Ela conta que a primeira planta que passou a cultivar há 19 anos, um lírio da paz, enfeita até hoje sua casa. Durvalina Sacciotto Viegas, uma das usuárias do espaço que mais acompanharam as sessões do CineB, voltou no tempo e lembrou que quando era criança e tinha 10 anos, “cuidava da horta da família e vendia verduras na rua, para os vizinhos”, recorda.

Já o jovem Victor Hugo da Silva, 14 anos, aluno do curso de informática na ONG, nunca tinha ouvido falar do CineB e estava pela primeira vez numa sessão. “São filmes brasileiros que mostram um pouco da cultura do Brasil. Achei bastante interessante a ideia [do CineB Solar], é revolucionário ter um veículo que capta energia solar para passar os filmes”, conclui.
O CineB Solar é um circuito alternativo de exibição que, desde 2007, leva cinema brasileiro para várias regiões da cidade. O projeto, já contabiliza um público superior a 60 mil pessoas em mais de 480 sessões gratuitas em comunidades, escolas e universidades de São Paulo. Já foram exibidos na tela do CINEB mais de 116 longas metragens e 73 curtas metragens.

CineB Solar Na ONG Juntos

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *