“Encantados” encerra temporada no Jaguaré

O filme dirigido pela cineasta Tizuka Yamazaki, exibido em cinco sessões no CineB, encerrou sua temporada, no dia 13/9, no salão da Igreja São José do Jaguaré para cerca de 200 pessoas. Estudantes da EE Maria Eugênia participaram de um “quiz” de perguntas e respostas sobre o filme.

No CineB Solar a pipoca é por nossa conta.

O Salão da Paróquia São José do Jaguaré, localizado na Zona Oeste de São Paulo, foi um dos primeiros lugares a receber uma sessão do CineB há mais de 11 anos. Desde então, foram 13 sessões no local, e na última quinta-feira, 13/9, foi a primeira vez que o CineB Solar esteve no local. A novidade, para os moradores do Jaguaré, é que agora o projeto dispensa o uso de energia elétrica porque utiliza somente a energia solar para exibir os filmes. Uma van adaptada com placas fotovoltaicas sobre o teto, conversores e baterias transformam a energia do sol captada durante o dia em energia elétrica para fazer funcionar todo o sistema de imagem e som e iluminação à noite. Na sessão, a van ficou ao lado do telão e o sistema foi apresentado ao público, que pode entrar na van e conhecer como tudo funciona.

O público conheceu como funciona o sistema da captação de energia solar.

E o público, de cerca de 200 pessoas, formado por frequentadores da paróquia, moradores da região e sobretudo alunos do ensino médio da Escola Estadual Maria Eugênia Martins, localizada a cerca de 100 metros de onde aconteceu a sessão, acompanharam a última exibição do longa “Encantados”, de Tizuka Yamazaki. O longa conta a história de Zeneida (Carolina Oliveira) uma das filhas de um importante político do Pará. Com mais dez irmãos, ela se destaca por seu jeito atrevido, perseverante e teimoso. Sensitiva, vê e escuta coisas que mais ninguém enxerga ou ouve, e após se mudar para a Ilha do Marajó fica encantada com Antônio (Thiago Martins), figura misteriosa que encontra nas andanças pela propriedade da família. A paixão pelo estranho e a intimidade com a natureza não são vistas com bons olhos por seus pais e a rebelde jovem passa a enfrentar um grande conflito dentro de casa ao ser considerada lunática.

Abertura oficial da sessão com o pároco Laudenir Barbosa e o coordenador do CineB Solar Cidálio Vieira Santos.

Para o padre Laudenir Ramos Barbosa, que há cinco meses está à frente da paróquia, é importante aproximar as manifestações culturais brasileiras dos jovens. “Temos que conhecer melhor a produção brasileira”, sugeriu. O padre substituiu seu antecessor, Roberto Grandmaison, que passou a cuidar das diversas obras sociais da paróquia. “Eu conheci o projeto através do Cidálio [Vieira Santos, coordenador do CineB]. Eu pedi informação para o padre Roberto, que falou muito bem do trabalho de vocês”, completou Barbosa.

Logo depois da exibição do filme, os alunos participaram de um animado “quiz” com perguntas formuladas por uma banca de professores formada por JJ de biologia, Emanuel, de filosofia, Bianca de matemática e Luciene, de história. O aluno que acertasse a resposta, ganhava brindes como camisetas do CineB, potes de pipoca e até um chinelo modelo havaianas.

Professores da EE Maria Eugênia, no alto, à esquerda, fizeram uma série de perguntas sobre o filme aos alunos.

Edilaine Ferreira, aluna do segundo ano do ensino médio ganhou dois brindes: uma camiseta e um pote. “Adorei o filme, porque mostrou muita coisa sobre o Brasil que a gente não conhecia. Eu, particularmente, nunca assisti um filme brasileiro tão bom como esse”, comemorou.

Para a professora de história Luciene, a interação dos alunos foi grande. “Tinham alguns que queriam ficar só no início, mas eles ficaram até o final. O filme foi uma aula de cultura brasileira”, avalia.
O CineB Solar é um circuito alternativo de exibição que, desde 2007, leva cinema brasileiro para várias regiões da cidade. O projeto, que agora passa a se chamar CineB Solar quando estiver nas comunidades, já contabiliza um público superior a 60 mil pessoas em mais de 480 sessões gratuitas em comunidades, escolas e universidades de São Paulo. Já foram exibidos na tela do CineB mais de 116 longas metragens e 73 curtas metragens.

CineB Solar No Jaguaré

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *