Alunos do EJA da Zona Sul vêem CineB Solar

O CineB Solar exibiu “Made in China” com Regina Casé, na quadra da EMEF Profa. Marina Melander Coutinho, localizada no Jardim Regis, Zona Sul de São Paulo, para alunos do EJA e familiares na quarta-feira, 14 de novembro.

Alunos de Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal de Fundamental (EMEF) Professora Marina Melander Coutinho e seus familiares tiveram uma noite de lazer e diversão no último dia 14 de novembro. O CineB Solar esteve na escola para exibir o longa-metragem “Made in China”, lançada em 2014, estrelado por Regina Casé, Juliana Alves, Luis Lobianco e Xande de Pilares, que explora com muito humor a disputa pelos consumidores do Saara, espaço comercial do centro do Rio. Francis (Casé) decide investigar como os chineses conseguem vender tão barato, enquanto seu namorado se encanta pela chinesinha filha do dono. A direção é de Estevão Ciavatta.

Os alunos e alunas do EJA, ao lado dos familiares, jantaram na escola antes da sessão, segundo Solange Vieira de Melo, professora de História e supervisora na Diretoria Regional de Ensina de Capela do Socorro. Foi ela quem entrou em contato com o coordenador do CineB Solar, Cidálio Vieira Santos, depois de ser informada do sucesso da exibição na CEI Casinha São José, em setembro, na região de Capela do Socorro. Ela conta que a escola busca realizar atividades culturais com frequência. “Temos uma preocupação de promover o desenvolvimento cultural nos alunos. Eles frequentam apresentações teatrais, musicais, principalmente nos CEUs Cidade Dutra e Vila Rubi. Quando nós podemos, vamos ao cinema, sempre temos saídas culturais, mas a oportunidade de ter um cinema na escola com toda essa megaestrutura que vocês montaram para a gente foi muito bacana”, destacou.

Angela Ceriveli, assistente de diretor, lembra que a escola atende entre 80 e 90 alunos no EJA, período noturno, e quase 1.000 alunos no ensino fundamental durante o dia. “Valorizamos demais o cinema brasileiro e tem tudo a ver esse projeto com o projeto de nossa escola. Os familiares, jantaram, depois tivemos pipoca, é maravilhoso, um dia diferente para quem não têm acesso à cultura. Muitos até querem, mas não conseguem. Proporcionar isso para eles é muito bom”, explica.

Rosa de Lurdes Souza, doméstica, aposentada, aluna da 8ª série do EJA foi uma das primeiras a chegar à sessão. Veio, sozinha, da Paraíba aos 16 anos, nos anos 1960, para trabalhar e nunca mais voltou. “Meu pai registrava só quando tinha eleição, quando a gente já estava velho, então saí de casa”, lembra. Antes de frequentar a escola, nunca tinha ido a uma sala de cinema. “Eu comecei a viver depois que passei a estudar. A gente trabalha, trabalha, mas somos cegos, a gente para naquilo ali e acabou”, analisa.

Ao final da sessão, Ironildo da Silva Hisidro, manobrista e mecânico de motocicleta, e aluno da 7ª série do EJA elogiou o filme. “Eu tenho um filho de 11 anos e de vez em quando a gente vai ao cinema. Ele gosta de ver muito desenho, Homem Aranha, coisa que na minha época não tinha. Sempre levo ele, umas duas vezes por mês a gente vai ao cinema. Mas eu nunca vejo filme brasileiro e eu gostei, achei muito interessante”, destaca.

Ao final da sessão, alunos e professores conheceram como funciona o sistema de captação solar da Van do CineB Solar, que transforma a luz do sol em energia elétrica utilizada nas exibições. “A achei a tecnologia super avançada, formidável”, destaca o professor de ciências João Alberto de Sá.

Fátima do Nascimento Campanela, coordenadora pedagógica da escola, lembrou que foi um início de feriado prolongado agradável para a comunidade. “As pessoas ficaram muito felizes. O filme foi muito gostoso, descontraído, bom para uma véspera de feriado”, destacou.

O CineB Solar é um circuito alternativo de exibição que, desde 2007, leva cinema brasileiro para várias regiões da cidade. O projeto, que agora passa a se chamar CineB Solar quando estiver nas comunidades, já contabiliza um público superior a 60 mil pessoas em mais de 480 sessões gratuitas em comunidades, escolas e universidades de São Paulo. Já foram exibidos na tela do CineB mais de 116 longas metragens e 73 curtas metragens.

CineB Solar No Jardim Regis

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *