Brazucah leva experiência do CineB Solar à Europa

A convite de entidades da Alemanha e da Inglaterra, a Brazucah Produções, parceira do Sindicato dos Bancários de São Paulo e Região na execução do CineB Solar, vai compartilhar sua experiência com cinema e energias renováveis.

A Brazucah Produções, que criou o Cinesolar e o CineB Solar, iniciativas de exibição de cinema itinerante com uso de energia solar, foi convidado a debates sobre energia solar, cinema e emancipação social em terras europeias. A partir do dia 20 de maio, o projeto entra em imersão e visita cidades alemãs para conhecer tecnologias e também contar a experiência brasileira com painéis fotovoltaicos e formas de fazer uso criativo de energias renováveis. A iniciativa da Baden Württemberg Economic Cooperation Agency (bw-i) e do programa organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil – Alemanha (AHK) tem por objetivo fortalecer projetos com uso de energia sustentável e estreitar as trocas entre os países.

Depois da Alemanha, a Brazucah Produções viaja rumo ao Reino Unido para uma conferência com o intuito de debater o papel do cinema em ambientes de vulnerabilidade social, como ferramenta de emancipação e promoção do bem-estar social a partir do desenvolvimento de habilidades como respeito, confiança, e tolerância direcionadas para redução da violência. O convite partiu de Rosana Santos, da entidade inglesa Framework, que atua na assistência social e presta serviços para pessoas em situações sociais desfavoráveis.

Criado em 2013, o Cinesolar é um cinema itinerante pioneiro no uso de energia renovável para
a exibição de filmes no Brasil. A ideia é levar a sétima arte para comunidades afastadas e com
acesso restrito a projetos culturais. A partir da experiência do Cinesolar, em 2018, o CineB também passou a utilizar a energia renovável para levar o cinema brasileiro às comunidades da cidade de São Paulo, Osasco e Região.

“O objetivo do projeto é democratizar o acesso às produções audiovisuais e promover ações
sustentáveis. Muitos destes municípios não contam com cinema e diversos espectadores
tiveram a primeira experiência com a sétima arte através do Cinesolar”, explica Cynthia Alario,
idealizadora e coordenadora do projeto.

O CineB Solar encerrou a temporada 2018 contabilizando uma economia de energia de 60 mil watts (60Kw). A economia, que equivale ao uso de uma TV de 50” ligada por 256 horas, foi possível porque as sessões utilizaram energia captadas através de um veículo equipado com placas solares, baterias e conversor. Os equipamentos transformam a energia do sol em energia elétrica.

O CineB é um circuito itinerante de cinema realizado desde 2007 e desde 2018 torneu-se CineB Solar. Já atingiu um público superior a 65 mil espectadores em mais de 520 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo. A iniciativa busca democratizar o acesso ao cinema nacional e divulgar os filmes produzidos no Brasil. Já foram exibidos na tela do CineB/CineB Solar mais de 126 longas-metragens e 74 curtas-metragens, além da realização de pré-estreias exclusivas.

Já o Cinesolar já realizou cerca de mil sessões com exibição de mais de 100 filmes, entre curtas-metragens (de temática socioambiental) e longas, em 345 cidades do país, percorrendo mais de 100 mil km e chegando a 160 mil pessoas, além de mais de 300 Oficinemas, com cerca de 9 mil participantes.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.