Bacurau e Democracia em Vertigem nas telas do CineB

Dois dos filmes mais comentados dos últimos meses estão chegando às telas do CineB Solar. Bacurau, o premiado filme de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles e Democracia em Vertigem, que analisa o processo de impeachment da ex-presidenta Dilma estarão na programação a partir de outubro.

O momento em que Lula sai do Sindicato dos Metalúrgicos levado pelo povo

Bacurau, o polêmico filme de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, atualmente em cartaz no circuito comercial e vencedor do prêmio do júri do Festival de Cannes deste ano e o documentário Democracia em Vertigem, de Petra Costa, que acompanhou todo o processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Roussef, considerado pela crítica do jornal New York Times um dos melhores filmes do ano foram negociados com os produtores e serão exibidos no CineB Solar a partir do mês de outubro.

BACURAU

O filme é a história de resistência de um povo

O filme é uma fábula que expõe o momento de violência e intolerância que a sociedade brasileira vive e as diferentes formas de resistência que o povo pode criar. Pouco após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade pela primeira vez. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa (Bárbara Colen), Domingas (Sônia Braga), Acácio (Thomas Aquino), Plínio (Wilson Rabelo), Lunga (Silvero Pereira) e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

Mendonça já teve outro filme exibido pelo projeto – Aquarius – e participou do Prêmio CineB do Cinema Brasileiro em 2016. Ao lado de Dornelles e sua equipe, tornaram a obra um dos pontos altos à crítica do controle e da censura que o governo Bolsonaro tem feito à Agência Nacional de Cinema (Ancine), cancelando apoios e financiamentos de projetos em execução, atrelando a agência pública a uma pauta ideológica de direita, dizendo que irá financiar apenas filmes que tratem de temas que o governo Bolsonaro considera importante.

Kleber Mendonça Filho no Prêmio CineB do Cinema Brasileiro em 2016.

Esse enfrentamento da produção de Mendonça e Dornelles à atual prática governamental tornou o filme sucesso de público. Nos letreiros finais do filme, que será exibido em duas sessões no CineB, os diretores informam que o projeto gerou mais de 800 empregos.

Uma das sessões acontecerá no dia 9 de outubro, às 19 horas, no Auditório Amarelo, localizado na sede do Sindicato dos Bancários de São Paulo e Região, na região central de São Paulo, e a outra sessão será ocorrerá na ocupação Nova Palestina  do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), na Zona Sul da capital, no dia 1º de novembro, também a partir das 19h.

 

DEMOCRACIA EM VERTIGEM

O cartaz do documentário

O documentário de Petra Costa retrata o processo de impeachment da ex-presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, e analisa todo o processo de polarização política e da ascensão da extrema-direita ao poder. O filme conta com imagens internas e exclusivas dos bastidores do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e do Palácio da Alvorada enquanto ocorria a votação para a queda de Dilma. Circulou por festivais e estreou na Netflix, o site mais popular de streaming do mundo, em julho. Foi eleito pelo jornal New York Times um dos oito filmes mais importantes do ano ao lado de filmes de diretores como, por exemplo, Martin Scorcese, premiado cineasta estadunidense.

Uma das sessões acontecerá na Regional Osasco do Sindicato dos Bancários de SP no dia 22 de outubro, a partir das 19h, e outras exibições do documentário ainda estão sendo marcadas, de acordo com a agenda dos espaços parceiros. Todas as atividades organizadas pelo CineB Solar têm entrada franca. Confira a programação aqui.

SOBRE O CINEB SOLAR
O CineB Solar é um circuito itinerante de cinema realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Brazucah Produções. Desde 2007, o já atingiu um público superior a 66 mil espectadores em mais de 550 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo. A iniciativa busca democratizar o acesso ao cinema nacional e divulgar os filmes produzidos no Brasil. Já foram exibidos na tela do CINEB mais de 130 longas-metragens e 80 curtas-metragens, além da realização de pré-estreias exclusivas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.