CineB Solar realiza seu 8º Prêmio

34 filmes, 37 comunidades e 4 universidades foram premiadas no 8º Prêmio Cineb Solar do Cinema Brasileiro, que aconteceu na última terça-feira, 26/11, na sede do Sindicato dos Bancários. A atriz Guta Stresser foi a mestre de cerimônia e o grupo FurmigaDub e Seu Bando animaram a festa.

O troféu do 8º Prêmio CineB Solar do Cinema Brasileiro. Foram mais de 70 filmes e entidades premiadas

Numa noite em clima de festa, confraternização e discursos em defesa da democracia e do cinema brasileiro, aconteceu, na última terça-feira, 26/11, o 8º Prêmio CineB Solar do Cinema Brasileiro, que homenageou diretores, produtores e artistas dos filmes exibidos no projeto deste 2017, além das comunidades onde os filmes foram exibidos. A atriz Guta Stresser, a Bebel da “Grande Família”, foi a mestre de cerimônia do evento, que aconteceu no Café dos Bancários, localizado no prédio Martinelli, Centro de São Paulo.

Cynthia Alario e Cidálio Santos, da Brazucah, a mestre de cerimônia Guta Stresser, e os diretores do Sindicato Neiva Ribeiro e Marcelo Gonçalves

Ao todo, 34 filmes e 37 comunidades da capital e Região Metropolitana de São Paulo, além de 4 universidades receberam o troféu do Prêmio, que foi confeccionado com a imagem da van símbolo do projeto – adaptada para captar a energia solar que garante o funcionamento dos equipamentos utilizados na exibição das sessões. Enquanto os homenageados chegavam, o grupo FurmigaDub e Seu Bando trouxe uma sonoridade nordestina misturado à música eletrônica para animar a noite.

O cineasta Beto Brant (Pitanga) e o coordenador do CineB Solar, Cidálio Vieira Santos

O evento teve início com a exibição em vídeo das mensagens dos convidados que não puderam comparecer, como o diretor Estevão Ciavatta (Made in China) e Pedro Mariano, filho de Elis Regina. Em seguida, a secretária-geral do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Neiva Ribeiro, lembrou o momento de retrocesso histórico que o país atravessa com ataques à cultura, aos direitos trabalhistas e sociais e as ameaças à democracia e à liberdade de expressão destacando a importância do engajamento dos “trabalhadores e dos artistas na luta contra as práticas fascistas” que tomaram o poder no Brasil. Para o diretor de cultura do Sindicato, Marcelo Gonçalves, que também abriu as atividades ao lado de Neiva, o CineB é uma importante forma de resistência. “É também através da cultura que a gente vai levar as histórias do povo brasileiro, das lutas do nossos país, das lutas sociais, retratadas pelo cinema, até o povo da periferia”, destaca.

Público lotou o Café dos Bancários na entrega do 8º Prêmio CineB Solar

Em seguida, o coordenador do CineB Solar, Cidálio Vieira Santos e a diretora da Brazucah Produções, Cynthia Alario, lembraram os grandes momentos do projeto nos últimos anos, como a recente exibição de “Bacurau” na Ocupação Nova Palestina do MTST, Zona Sul de São Paulo, e a sessão de “Sabotage” na Cracolândia (2016), no Centro. Santos lembrou que as sessões já alcançaram 70 mil pessoas, em 12 anos de atividades e desde 2018 o CineB Solar “utiliza energia limpa e renovável, unindo cinema, cultura e sustentabilidade num único projeto”, explica. Cynthia apresentou ao público, em vídeo, as viagens à Alemanha e à Inglaterra, neste ano, quando recebeu convite para apresentar o projeto no velho continente.

FILMES PREMIADOS

Rita de Cássia Berlofa, secretária de Estudos Socioeconômicos do Sindicato entrega prêmio à cineasta Eliane Caffé, e aos diretores Felipe Kurk e Rodolfo Amaral

Maria Rosani Gregoruti, diretora de Finanças do Sindicato deu início, e os diretores e diretoras do Sindicato dos Bancários, Fetec-SP, Contraf e CUT-SP deram continuidade à entrega dos prêmios. Passaram pelo palco do Café dos Bancários as diretoras Eliane Caffé (Era o Hotel Cambridge) e Mayra Maldijan ( Yzalú – Rap, Feminismo e Negritude), os diretores Beto Brant (Pitanga), Fábio Nunez (Nega que É Nega Não Nega Ser Nega Não), Felipe Kurk e Rodolfo Amaral (Detox-SP), Gustavo Steinberg (Tito e os Pássaros), Halder Gomes (Shaolin do Sertão), Ivan Vale (Sabotage), Leonardo Brant (Comer O Quê?), Mauro D’Addio (Sobre Rodas), Osmar Koxne (Santo Aníbal – Por Amor aos Pobres), Ricardo Carvalho (Coragem – As Muitas Vidas do Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns) e Sérgio GAG (Fios de Alta Tensão), a produtora Rafaella Costa (Sequestro Relâmpago), os produtores Denis Feijão (Por Trás do Céu Azul) e Fábio Zavala (Elis), o montador Willen Dias (Causando na Rua), o diretor de fotografia Paulo Peppe (Bienvenidos a Boa Vista), os atores Thomas Aquino (Bacurau), Amaurih Oliveira (Irmã Dulce), Tonny Lee (Made in China), Dandara Pagu (representando a diretora de Que Horas Ela Volta?), e Lurdes Cannito e Mary Cannito (irmã e mãe do diretor de Magal e os Formigas). Também participaram da premiação o ator, cantor e humorista Falcão (Shaolin do Sertão), o produtor Well Darwin (Fios de Alta Tensão), as atrizes Regina Braga (Irmã Dulce), Adriana Alves e Ivi Mesquita (Nega Que É Nega Não Nega Ser Nega Não) e Taty Godoi, além da cantora de rap Yzalu (Yzalu – Rap, Feminismo e Negritude) e a atriz e coordenadora do Movimento dos Sem Teto do Centro (MSTC), Carmem da Silva (Era o Hotel Cambridge).

COMUNIDADES

Comunidades da Zona Sul de São Paulo

Cidálio Vieira Santos, coordenador do CineB Solar, Cynthia Alario, diretora da Brazucah, e Marcelo Gonçalves, diretor de Cultura do Sindicato, comandaram a premiação às 37 comunidades que se envolveram com o projeto desde 2017, e as 4 universidades que também receberam o CineB para exibições de filmes e debates. Veja todas as entidades premiadas no final da matéria.
Para Maria Rosani, diretora do Sindicato, o cinema brasileiro vem evoluindo muito, e o CineB Solar é um grande exemplo desse momento: “é o melhor projeto que existe no Sindicato porque leva o cinema para quem não consegue ir ao cinema”. Para ela, os filmes nacionais “remetem a gente a pensar a vida, a pensar a democracia, enfim, a fazer a gente sonhar”, elogia.

Os premiados da Zona Leste de São Paulo

Foram inúmeras as manifestações de apoio, elogio e incentivo ao projeto por parte dos diretores, produtores e representantes das comunidades que receberam o Prêmio. Para Jussara Basso, que é auxiliar administrativa e coordenadora estadual do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), o CineB Solar tem uma preocupação com o público e o acolhe muito bem. “Desde a pipoquinha, à cadeira decorada, às falas que se seguem durante uma apresentação. Por isso, estar aqui, nesse momento, compartilhando com toda a equipe que construiu o CineB Solar, todos os cineastas, com cada pessoa, é muito importante”, revelou.

Os premiados da Zona Norte, Centro e região Oeste de São Paulo

Para Ricardo Carvalho, jornalista, e diretor do documentário sobre Dom Paulo Evaristo Arns, a maior qualidade do CineB Solar “é que ele preenche um espaço que está há muitos anos aberto, que é como fazer o cinema chegar até às pessoas, porque elas não têm acesso ao cinema, não têm acesso ao documentário, e por isso não tendo acesso à sua própria história, à sua própria cultura. E o CineB Solar preenche perfeitamente essa lacuna, por isso eu sou fã do projeto”, destaca.

O diretor do filme “Made in China”, Estevão Ciavatta, que não pôde comparecer à premiação, e foi representado pelo ator chinês Tony Lee, deixou um depoimento lembrando que o Prêmio CineB Solar do Cinema Brasileiro foi o único e mais importante prêmio de seu filme. “Único, porque este filme não foi feito para festivais e nunca foi inscrito em um. O mais importante é o reconhecimento do público da periferia, para o qual o filme foi feito. Obrigado Cidálio Vieira Santos e o projeto CineB Solar”, escreveu.

Halder Gomes (Shaolin do Sertão), Cidálio Santos e Falcão

Já Falcão, mestre de cerimônia do 5º Premio CineB do Cinema Brasileiro, que aconteceu em 2014, lembrou que ele conheceu o cinema por conta de um projeto como o CineB Solar. “Na minha cidade não tinha cinema, então uma vez os padres levaram um filme e projetaram na parede da igreja. Foi assim que conheci um cinema. Por isso é sempre uma alegria, para nós que trabalhamos com cinema, ver nosso trabalho sendo levando para um público que não iria ver, de jeito nenhum, um filme. Para esse público da periferia, do interior, que não tem condição de ir a uma sala de cinema, de ir a um shopping. Então esse trabalho feito pelo CineB Solar é muito importante”, finaliza.

ENTIDADES PREMIADAS
Centro: Ocupação 9 de Julho;
Região Leste: Associação de Moradores de Vila Rica, CCA Juntos II, EE Maria Cecilia da Silva Grohmann, Movimento Cultural da Penha, NCI José Bonifácio, ONG Juntos, Paróquia Cristo Ressuscitado, Projeto Cultural Educacional Novo Pantanal (Procedu) e Santuário Nossa Senhora da Paz;
Região Norte: Cieja Perus, Região Oeste, CCA Vila Anglo, Comunidade City Jaraguá, Instituto Paredão, Instituto Rogacionista, Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, Paróquia São José do Jaguaré, Paróquia Natividade do Senhor de Santo Antonio e Centro Social Santo Dias;
Região Sul: Paróquia Santos Mártires, Conjunto Habitacional América do Sul, condomínios San Lorenzo e Santiago, Igreja Santo Afonso, EE Benedito Ferreira de Albuquerque, EE Prof. Joaquim Alvares Cruz, EE Herbert Baldus, Associação de Moradores e Amigos da Água Funda (Amaaf),  MTST,  CEI Miguel Antonio, Associação SSJ São José, Paróquia Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores, Comunidade Jardim Ibirapuera, Instituto Prof, CEI Jardim Campinas, Unas e EE Prof. Leopoldo Santana;
Embu das Artes: Igreja Comunidade Nossa Senhora de Fátima e Paróquia Nossa Senhora das Vitórias e São Lucas.

UNIVERSIDADES PREMIADAS
Fiam-Faam Campus Ana Rosa e Morumbi, Unisantana, Universidade Brasil e Universidade São Judas Tadeu Guarulhos

SOBRE O CINEB SOLAR
O CineB Solar é um circuito itinerante de cinema realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Brazucah Produções. Desde 2007, o já atingiu um público de cerca de 70 mil espectadores em mais de 550 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo. A iniciativa busca democratizar o acesso ao cinema nacional e divulgar os filmes produzidos no Brasil. Já foram exibidos na tela do CINEB mais de 130 longas-metragens e 80 curtas-metragens, além da realização de pré-estreias exclusivas.

Texto: Carlos Rizzo. Fotos Danilo Ramos

8º Premio CineB Solar Do Cinema Brasileiro

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

15 comments

  1. Foi Maravilhoso estar neste dia, neste momento, lugar de pessoas que têm o mesmo objetivo e ideal de levar a cultura para dentro da periferia…
    Deus abençoe muitíssimo a todos os envolvidos, e que possamos manter essa parceria linda de ver. É admirável pessoas que têm o mesmo ideal…

  2. Parabéns ao CineB Solar por acreditar, investir, divulgar e difundir o Cinema Brasileiro! Uma atividade fundamental e inspiradora de difusão de filmes e formação de público.

  3. Evento muito bem organizado e tudo muito acolhedor, estão todos de parabéns…

  4. Que noite mais maravilhosa. Foi com muita alegria que recebemos o prêmio para o Santuário Nossa Senhora da Paz, zona leste! Obrigada a todos os organizadores!

  5. Olá Cidalio!! Ficamos super contentes pelo reconhecimento. Em nome de toda equipe de produção do filme – “Por amor aos pobres e também a Congregação dos religiosos Rogacionista, nosso agradecimento e abraços a todos vocês. Estamos em sintonia com luta constante do CINEB em garantir o direito a cultura principalmente aos mais pobres. Nosso abraço e pode contar conosco.
    Cláudia Pereira

  6. Foi uma noite mágica!
    E não me canso de dizer: o Cine B Solar é fundamental para todos nós. Para os trabalhadores do audiovisual, para os trabalhadores que consomem audiovisual, para os trabalhadores que ainda não consomem por não ter acesso.
    Acesso que o Cine B Solar, juntamente com seu apoiador, Sindicato dos Bancários de São Paulo, tem garantido ao longo desses anos.
    E mais um detalhe: a Brazucah tem uma equipe incrível, que trabalha sorrindo. Isso é lindo!
    Vida longa ao Cine B Solar!

  7. Parabens ao CineB Solar! O evento foi muito lindo e sucesso. O diretor Estêvão, Regina Casé e toda equipe do “made in China” sentimos uma honra por esse prêmio!
    Muito obrigado!
    Viva cinema Brasileiro!
    ( 巴西电影永保活力!繁荣昌盛!)

  8. Tive o privilégio e a honra de poder representar a E.E. Prof° Maria Cecília da Silva Grohmann nessa festa linda que aconteceu no Ed Martinelli, é maravilhoso ter contribuído para um projeto tão inovador, tão inspirador que é a democratização dessa fábrica de sonhos que é o nosso cinema!! Desejo ao pessoal da Brazucah, Cinthya Alario, Cidalio Santos e a toda a equipe muita luz e muito sucesso!! Muito obrigado por essa honra!! Muito obrigado por trazer sonhos àqueles que não tem facilidade de acesso a essa cultura!! Parabéns CineB Solar que haja ainda muitos e muitos anos de premiação! E que outros sigam seu exemplo!!!

  9. Parabéns ao Cidálio, à Brazucah Produções e ao sindicato dos Bancários pela bela cerimonia do 8 ° CineB Solar.
    Foi um imenso privilégio ter o filme “Por amor aos Pobres” exibido por este importante projeto de democratização do cinema. Além de levar filmes para pessoas que não têm acesso, o contato com as pessoas e os debates promovidos durante as exibições são um incentivo para nós produtores e realizadores de filmes continuarmos produzindo. Outra importante contribuição do projeto CineB Solar é divulgar o uso de energias limpas, renováveis. O projeto é tudo de bom!

  10. Sem palavras para o evento, muito bem organizado. Momentos para ficarem guardados na memória. Parabéns Cidalio e todos envolvidos. Precisamos de mais projetos assim, para levar o cinema em lugares nunca imaginados antes! Até a próxima.

  11. Sou da associação de moradores do bairro de V Rica – zona leste. Ja tivemos mais de 10 sessões e recebemos 08 premiações.
    Parabéns a toda equipe e ao sindicatos dos bancários por mais um prêmio para nossa associação. O evento estava maravilhoso como sempre. Somos gratos por ser sempre lembrados. Até a próxima sessão.!!!!

  12. Foi maravilhoso!

    Parabéns ao Cine B Solar, a todos os profissionais do audiovisual e quando uma equipe competente ciente do seu poder de transformação se reúne, é quase certo que os frutos valerão a pena ser colhidos. Mas vocês superaram todas as expectativas e foram ainda mais longe que o previsto.
    É o cinema cumprindo com a sua função.
    Parabéns a todos!

  13. Parabéns ao Cineb/solar por mais uma grande festa . Que venham outras …

  14. Amei esta noite, simplesmente maravilhosa, pessoas com os mesmos ideais.
    Lugar agradável, evento super organizado e lindo!
    Gratificante poder participar deste momento e saber q contribuições para compartilhamos cultural boa, cultura brasileira!
    Só agradecer a todos e q venha 2020 com CINEB SOLAR nas comunidades!

  15. Foi um prazer está representando a paróquia Nossa Senhora da Vitórias e São Lucas, no evento CineB Solar , a importância de levar cultura a todas as classes sociais, toda equipe está de parabéns nosso muito obrigada, que venha 2020 com muitos filmes.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *