CineB Solar na Janela homenageia o ator Paulo Gustavo em exibição no dia dos namorados

 

 

O projeto voltou às atividades presenciais com a exibição do filme “Minha mãe é uma peça”, em homenagem ao ator, que faleceu no início de maio deste ano

 

texto e fotos: Eduardo Viné Boldt

 

Os moradores do condomínio residencial Franca receberam no sábado (12) o CineB Solar na Janela. O residencial é parceiro antigo do projeto, que escolheu o local para o retorno das atividades presenciais.

 

O condomínio tem 240 apartamentos e foi construído através do programa Minha Casa, Minha Vida, ainda na gestão dos presidentes Lula e Dilma. Foi a quarta vez que os moradores receberam a visita do projeto, a segunda no formato de exibição pela janela.

O conjunto habitacional é a materialização da luta por moradia empreendida pelos moradores daquela região. Eles falam com muito orgulho sobre essa conquista. “É um sonho. Confesso que as vezes quando eu estou saindo para o trabalho, olho para trás e digo: ‘Meu, eu consegui! Com muita luta, mas eu consegui!” suspira a auxiliar de serviços gerais Antônia Galdino.

Antônia preparou a casa para receber o evento. Foi da janela de seu quarto que ela pôde assistir o filme com sua filha Nicole, de oito anos, e Júlia, de 18. As três moram juntas desde a entrega dos apartamentos, há sete anos. Foi sentada na própria cama que Antônia, junto com suas filhas, puderam acompanhar o filme.

A sala de cinema mais próxima do condomínio fica a 20 minutos, dentro de um shopping localizado na rodovia Raposo Tavares. Com a pandemia, a distância ficou ainda maior. “Já faz mais de 2 anos que eu não vou (ao cinema)” comenta a encarregada de lavanderia Rosangela Eurídice. Há seis anos a moradora conseguiu finalmente se estabelecer em sua casa própria. “Foi uma luta imensa. Eu fiquei 13 anos no ‘movimento’ mas, graças a Deus, fomos contemplados e somos muito felizes aqui”, relembra.

 

Dia dos namorados

O frio da capital paulista não assustou os namorados que compareceram à exibição do filme. Alguns casais preferiram assistir o longa juntinhos, e trouxeram até cobertores. Mesmo presencialmente, a exibição realizada a céu aberto manteve o distanciamento social e as normas sanitárias para a segurança dos moradores.

Os casais também receberam presentes no dia dos namorados. A Letraria disponibilizou livros que foram sorteados aos participantes da sessão. Foram cerca de 30 títulos distribuídos na noite da exibição.

A Bio2 é outra empresa que esteve presente na noite fria de sábado. A parceira do Cinesolar oferece seus sucos orgânicos há mais de um ano aos projetos realizados pela Brazucah, e os espectadores do CineB Solar na Janela puderam saborear os saudáveis sucos da marca.

 

Além de tudo isso, a pipoca foi mais uma vez distribuída. O Seu Antônio ainda não voltou às atividades por causa da pandemia, mas os moradores não ficaram sem receber o saquinho de milho para serem preparados em suas próprias casas.

Homenagem a Paulo Gustavo

O CineB Solar na Janela escolheu homenagear o ator na volta às atividades presenciais. Natural de Niterói-RJ, Paulo Gustavo faleceu aos 42 anos de idade, no dia 04 de maio, após dois meses de luta contra a COVID-19. O artista alcançou grande reconhecimento através de obras com sucesso de público na tv, no teatro e no cinema brasileiro. Deixou o marido Thales Bretas e seus filhos Gael e Flora.

 

O ator se destacou rapidamente pela naturalidade com que representava suas personagens, sobretudo Dona Hermínia, a estrela do filme “Minha mãe é uma peça”, inspirada na mãe do artista. “Foi Importante o CineB Solar homenagear o ator Paulo Gustavo porque ele deixa um legado importantíssimo para o cinema, teatro, comédia e para a arte brasileira no geral. Fora quase 40 milhões de pessoas aos cinemas com o filme Minha mãe é uma peça” comenta o coordenador do CineB Cidálio Vieira.

“Foi maravilhoso oferecer hoje essa homenagem ao Paulo Gustavo no dia dos namorados”, resume a síndica Ana Célia dos Santos. Célia esteve nas quatro apresentações do CineB Solar no condomínio, e afirma que todas as apresentações tiveram adesão dos moradores, que mais uma vez se divertiram com a exibição.

Sobre o CineB Solar
Criado em 2007 pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região, o CineB passou a se chamar CineB Solar em 2018, quando passou a circular com uma van que gera, através de placas solares, a própria energia consumida no evento. Já atingiu um público superior a 75 mil espectadores, 160 bairros percorridos, em mais de 580 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo. Nesse momento de isolamento, para evitar aglomerações, se reinventaram e prepararam novos projetos: CineB on-line, CineB Solar na Janela e CineB Autorama, ações para que todos possam ficar em casa e se divertir com uma sessão de cinema.

Essa semana o projeto foi destaque no Bom Dia SP. Confira a reportagem.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.