CineB Solar na Janela exibe curtas nacionais aos moradores do Condomínio Milênio

Em noite fria na capital paulista, os moradores do condomínio Novo Milênio receberam o CineB Solar na janela para uma sessão de curtas metragens nacionais. A exibição aconteceu na última sexta (18) na zona leste da capital paulista

Texto e fotos: Eduardo Viné Boldt

O coordenador do CineB Solar na janela Cidálio Vieira Iniciando as atividades

O CineB Solar já esteve por diversas vezes em condomínios populares da fazenda da Juta, na região de Sapopemba, zona leste paulistana. Na sexta (18) foi a vez do condomínio Novo Milênio receber o projeto. A visita ao condomínio teve que esperar um pouco mais do que o previsto. “Já era para ter vindo antes. Mas por causa da pandemia, a exibição foi cancelada” lamentou o síndico do condomínio Adair de Souza Oliveira.

O sindico Adair chamando os moradores para a janela

O projeto exibiu curtas metragens nacionais aos moradores locais. Adair contou que há um bom tempo não assiste uma exibição em tela grande “Faz uns 15 anos que eu não vou no cinema. Depois que nos casamos, esquecemos do cinema. O cinema é os filhos”, brinca o síndico.

Moradores do condomínio Novo Milênio assistindo a sessão do CineB Solar na janela

A região onde fica o condomínio tem uma longa trajetória de luta por moradia. O Novo Milênio conta com 5 blocos, totalizando 270 apartamentos. Uma parte significativa dos residenciais da fazenda da Juta foram construídos através de mutirões, processo que se iniciou ainda na década de noventa. O Novo Milênio faz parte desse conjunto de habitações que foram erguidas pelo trabalho coletivo e protagonismo de seus moradores na luta por moradia.

A assistente social Rosemeire de Brito viveu essa história. Ela foi uma das moradoras que “botaram a mão na massa”, literalmente, para construir a sua habitação. Há 25 anos ela mora na região, antes mesmo dos edifícios existirem. “Eu já estava assentada aqui desde quando aqui era uma fazenda. Depois iniciou o mutirão do seu Décio. Eu trabalhei no mutirão e ainda trabalhei no telhado!” relembra com orgulho a moradora. Desde os 12 anos ela não entra em uma sala de cinema. Nesta noite, Rosemeire pôde acompanhar os curtas com a sua mãe de 80 anos.

Kelly Mazza falando para os moradores do Novo Milênio

A frentista Kelly Mazza também teve participação ativa na construção do seu sonho. “Eu tinha aproximadamente 26 anos naquela época. A gente fez um mutirão em uma sociedade que a gente tinha. Ai a gente levou o nosso projeto para o CDHU e, a partir daí, conquistamos a nossa moradia” diz orgulhosa.

Kelly ressalta a importância da atividade do CineB Solar na Janela no atual momento. “Por causa da pandemia, as pessoas ficam depressivas, cada um em sua casa. Não podemos mais se juntar muito” afirma.

O cinema mais próximo fica a uma hora dos edifícios, de transporte público. A distância aprofunda a sensação de abandono. “As pessoas estão muito contentes com isso, estão vendo que foram lembradas por alguém ou por algo, por um projeto, e isso é muito legal” ressalta.

Suellen e Jonathas da janela acompanhando a sessão.

Foi com muita animação que a manicure Suellen Aquino e seu filho Jonathas receberam o projeto. Eles moram no andar térreo do residencial, e puderam matar a saudade do cinema bem de pertinho. “Por causa da pandemia, a quase dois anos eu não vou ao cinema” reclama Jonathas. Com o CineB Solar na Janela, os dois puderam matar a saudade sem precisar sair de casa. “O cinema mais próximo é o do shopping Aricanduva. Meia hora daqui. De ônibus quase uma hora. Ajuda a muita gente aqui da região” conclui.

 

Sobre o CineB Solar
Criado em 2007 pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região, o CineB passou a se chamar CineB Solar em 2018, quando passou a circular com uma van que gera, através de placas solares, a própria energia consumida no evento. Já atingiu um público superior a 75 mil espectadores, 160 bairros percorridos, em mais de 580 sessões gratuitas realizadas em comunidades e universidades de São Paulo. Nesse momento de isolamento, para evitar aglomerações, se reinventaram e prepararam novos projetos: CineB on-line, CineB Solar na Janela e CineB Autorama, ações para que todos possam ficar em casa e se divertir com uma sessão de cinema.

 

2 comments

  1. Olá. Sou Kelly
    E venho por meio dessa agradecer a todos que cooperaram para que este evento vinhece acontecer, principalmente
    num momento tão difícil e doloroso para muitas família por causa dessa pandemia
    Amei tudo as pipocas,sucos, as curtas metragem e à atenção de todos os colaboradores bjs pra todos Deus os abençoe
    Aqui fica a nossa gratidão…

  2. Olá sou Kelly Mazza
    E venho por meio dessa agradecer a todos que em meio a tantas perda por conta dessa pandemia podemos contar com cine sola
    Para nós trazer um pouco de alegria para nós moradores do condomínio novo milênio
    Eu e minha família nós divertimos comemos pipocas tomamos suquinho e assistirmos alguns filme curta metragem parabéns foi bom de mais…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.