Projeto de democratização do acesso ao cinema brasileiro

Últimas Notícias
Você está aqui: Capa / aconteceu no CineB / CINEB NAS UNIVERSIDADES – CINUSP PAULO EMÍLIO

CINEB NAS UNIVERSIDADES – CINUSP PAULO EMÍLIO

8835775793_741e05f971

Por Paulo Castro -

Olha o CINEB  NAS UNIVERSIDADES em sua segunda exibição do ano. Na terça-feira, 21 de maio, levamos o filme EU RECEBERIA AS PIORES NOTÍCIAS DOS SEUS LINDOS LÁBIOS para o CINUSP Paulo Emílio, na Cidade Universitária.  A sala, que tem capacidade para 100 lugares, foi toda ocupada pelos alunos da USP. Após a sessão, os diretores Beto Brant e Renato Ciasca participaram de um debate sobre o filme.

O coordenador do CINEB, Cidálio Vieira Santos, abre a sessão no CINUSP

Neste debate, os alunos estavam mais interessados no processo de escolha e preparação dos atores do filme. Renato Ciasca contou como foi a construção do personagem pastor Ernani, vivido pelo ator Zecarlos Machado: “Este personagem espiritual não era de uma religião específica. Nós criamos alguém que falasse o que, nós diretores, queríamos. É uma junção de Teologia da Libertação com Santo Daime, que o Zecarlos pratica faz tempo. “Nós estudamos a bíblia juntos durante quatro meses. Ele tinha que ser um líder espiritual ligado a questão social da terra”, completou Renato.

Os diretores Renato Ciasca e Beto Brant

 

Beto falou da escolha de Camila Pitanga para viver a protagonista Lavínia: “Além de ser linda, ela é uma atriz madura, que está em um momento bem bacana de sua carreira. Ela também participa de ações socias em uma ONG, ou seja, tudo a ver com o nosso filme. Ela compôs o personagem tão bem que, depois de um momento, nem a gente sabia tão bem da Lavínia quanto ela”.

Camila Pitanga em cena do filme EU RECEBERIA AS PIORES NOTÍCIAS DOS SEUS LINDOS LÁBIOS

O filme retrata um amor proibido entre um homem e uma mulher. De pano de fundo é tratada a questão do tráfico de madeira no interior do Pará. Na sessão do CINUSP estava presente a estudante de mestrado em Ciência Ambiental, Laise Sampaio, que é natural do interior do Pará: “Já tinha ouvido falar muito bem do fllme. Sou de uma cidade vizinha às locações (Santarém-PA) e muitos amigos de lá falaram das gravações na época”, lembrou Laise. “Gostei bastante do filme, me senti bem retratada como paraense e achei que a forma como foi tratada a questão política é exatamente o que acontece por lá”, completa a estudante. Beto Brant elogiou Laise: “Esta menina é uma guerreira por estudar questões ambientais e voltar pra lá. Vai ter muita briga ainda”, falou o diretor.

A estudante Laise Sampaio e o diretor Beto Brant

A sessão foi bem interessante, pois tiveram vários estrangeiros na plateia. Solimary Garcia, estudande da Colombia, falou o que mais gostou do fllme: “Achei bem legal mostrar uma história de amor e  também as questões do tráfico de madeira”. Cristina Peres, também da Colombia, também citou o roteiro: ” Adorei o paralelo entre a questão social e humana que o filme apresenta, mas o que mais me chamou a atenção foram as cores do filme. Achei muito bonita”, completa a intercambista no curso de Ciências Sociais.

Solimary Garcia, estudande da Colombia, participou do debate após a sessão.

A repórter do site Cinemascope, Joyce Pais, que cobriu a sessão, disse que “além da questão de acessibilidade,  esta sessão dá a opção, à quem perdeu o filme na época do lançamento, de ve-lo na tela de cinema, o que é uma experiência como nenhuma outra. E essa troca entre quem produz o filme e  quem assiste é muito esclarecedora”, conclui a repórter.

Repórter do Cinemascope, Joyce Pais, cobriu a sessão e o debate.

Repórter do Cinemascope, Joyce Pais, cobriu a sessão e o debate.

 

Muito bacana mesmo a sessão no CINUSP. O pessoal compareceu em peso, a conversa foi bem humorada, sempre como deve ser uma boa sessão de cinema. Valeu pessoal da USP e do CINUSP Paulo Emílio. Até a próxima.

Renato Ciasca, o sócio-diretor da Brazucah Marco Costa, Seu Antônio, Beto Brant e o coordenador do CINEB Cidálio Vieira Santos

OUTROS CLICKS DA SESSÃO

 

A ex-sócia da Brazucah Camila Freitas esteve presente com o namorado Leandro Fessia

Diretores participam de debate com alunos da USP

Alunos do curso de Ciências Sociais

Alunos do curso de Letras

Alunas do curso de Letras

Sobre admin

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>