Projeto de democratização do acesso ao cinema brasileiro

Últimas Notícias
Você está aqui: Capa / aconteceu no CineB / Temporada começa com “Redemoinho” na Zona Leste

Temporada começa com “Redemoinho” na Zona Leste

DSC_0161

Texto e Fotos: Carlos Rizzo

O Salão do Santuário Nossa Senhora da Paz, no Jardim Aricanduva, Zona Leste, recebeu, na última terça-feira, 21/3, o filme “Redemoinho”, de José Luiz Villamarim, na abertura da temporada 2017.

A primeira sessão da temporada neste ano aconteceu na última terça-feira, 21/3, no Salão do Santuário Nossa Senhora da Paz, localizado na Fazenda Aricanduva, Zona Leste de São Paulo. Em cartaz, “Redemoinho”, um polêmico filme do estreante José Luiz Villamarim, recém-lançado no circuito comercial.

O Salão do Santuário fica em uma área com jardins e bulevares.

“Redemoinho” é a estreia de Villamarim no cinema, depois de uma longa carreira na televisão brasileira dirigindo novelas e minisséries. Conta a história de dois grandes amigos de infância, Luzimar e Gildo, que cresceram junto em Cataguases, interior de Minas Gerais, e se reencontram depois muitos anos afastados. Luzimar nunca saiu de sua cidade e trabalha numa fábrica de tecelagem. Gildo se mudou para São Paulo onde acredita ter se tornado um homem mais bem sucedido. Na noite de Natal, Luzimar e Gildo se confrontam com o passado e num intenso e turbulento mergulho na memória partem para um perigoso acerto de contas. No elenco, a presença de Irandhir Santos, Júlio Andrade, Dira Paes e Cássia Kis no elenco.

A produção gravou no local imagens para a vinheta dos 10 anos do CineB

O espaço que recebeu o filme, o Salão do Santuário, está localizado em um amplo terreno repleto de jardins e bulevares, ao lado da igreja e próximo ao Parque do Carmo. O lugar, foi escolhido pela produção do CineB para a gravação da nova vinheta, que marca as comemorações dos 10 anos do projeto.

O público foi chegando, chegando…

… e rapidamente lotou o salão!

Segundo Cidálio Vieira Santos, coordenador do CineB, este vai ser um ano memorável. “Fazer a abertura da temporada na periferia já é a primeira novidade. Tradicionalmente fazemos na Regional Paulista, no Centro. Trazer um filme polêmico como ‘Redemoinho’ aqui é um grande desafio”, comentou. Ele explicou que poucos projetos de cultura têm o caráter do CineB, que busca valorizar a produção do cinema nacional e democratizar o acesso ao cinema. “Por isso queremos comemorar muito. A temporada contará com pré-estreias de filmes, debates, exposições de fotos, exibição de filmes alternativos entre outras novidades”, explicou. Cidálio destacou que o blog, que registra o dia a dia do projeto, está passando por reformulação para valorizar ainda mais o que acontece em cada sessão.

Padre Dimas e Cidálio Vieira Santos, coordenador do CineB, na abertura da primeira sessão do ano.

Mais de 150 pessoas passaram pela sessão. O padre Dimas Martins Carvalho, grande entusiasta do cinema nacional, destacou a importância de um projeto como o CineB. “As pessoas da periferia não têm acesso a bons filmes. E o cinema, hoje em dia, deixou de ser um local de encontro para se tornar uma prática individual onde a pessoa vai apenas sozinha ou com um acompanhante. Com o CineB é diferente, porque é um local de encontro, em que a família e os amigos vêm, conversam e se divertem. O filme de hoje é um exemplo de produção que nunca vai chegar na periferia ou o povo nunca vai ver na televisão. Então o único acesso possível é o CineB”, explicou.

Maria Adelaide: "Eu gosto de cinema."

O casal mineiro Rosilene Guedes, Rodrigo Lopes Silva com o filho Lucas: recém chegados em São Paulo e prestigiando o projeto.

O casal Júlio Aparecido Bueno e Jocilene Aparecida da Silva concordam com o padre. Estavam pela primeira vez numa sessão do projeto. Ficaram sabendo por meio das missas realizadas no Santuário e confessaram que gostaram do clima. “É ótimo interagir com a comunidade”, contou Bueno.

Júlio e Jocilene: "É ótimo interagir com a comunidade."

Maria Adelaide Martucci, moradora do Jardim Nossa Senhora do Carmo estava bastante empolgada com a sua primeira vez no CineB. Sentada na primeira fila elogiou a pipoca do Seu Antonio e confessou: “eu gosto de cinema, sempre vou com minhas netas. O último filme que assisti foi ‘minha Mãe É uma Peça 2’”, revelou.

Imércia da Silva (com blusa rosa), acompanhada da amiga Maria das Graças, pela primeira vez numa sessão de cinema.

Mesmo sendo a quarta vez que o CineB esteve no local, muitos nunca haviam acompanhado uma sessão de cinema do projeto e alguns dos presentes nunca haviam ido a uma sala de cinema. Imércia da Silva, moradora da Cidade Líder, acompanhada da amiga Maria das Graças explicou que nunca entrou em uma sala antes porque precisa cuidar do filho deficiente. “Ele sempre me acompanha à missa, mas nunca aceitou vir comigo à sessão, nem aqui nem em outro lugar. Hoje ele ficou em casa para que eu pudesse vir”, comentou.

Público participou das gravações da vinheta de 10 anos do projeto.

Após a sessão, o casal mineiro Rosilene Guedes e Rodrigo Lopes Silva explicou que se interessou pelo filme porque se passa em Minas Gerais. De Belo Horizonte, Rodrigo contou que chegou a São Paulo atrás de emprego há dez meses. Profissional da área de finanças, conseguiu uma recolocação rapidamente. Em novembro, a esposa e o filho Lucas chegaram e estão gostando de viver em São Paulo. “Esperava mais do filme. Acho que não teve conclusão”, avaliou Rodrigo. No final da sessão, durante o sorteio dos brindes, Padre Dimas aproveitou para elogiar o filme e fazer uma reflexão sobre o roteiro, que na sua opinião “mostra que as pessoas, muitas vezes, ficam presas ao passado”, concluiu.

Até a próxima sessão!

O CineB é um circuito itinerante de cinema realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e pela Brazucah Produções. Desde 2007, o já atingiu um público superior a 56 mil espectadores em mais de 430 sessões gratuitas realizadas em comunidades de São Paulo. A iniciativa busca democratizar o acesso ao cinema nacional e divulgar os filmes produzidos no Brasil. Foram exibidos na tela do CineB mais de 100 longas-metragens e 69 curtas-metragens, além da realização de pré-estreias exclusivas.

 

Sobre admin

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos necessários *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>